Forças Armadas garantem segurança e logística nas eleições

Forças Armadas auxiliam eleições em 607 localidades
Tropas atuaram no transporte de urnas e na proteção de eleitores em 607 localidades

O Ministério da Defesa divulgou um balanço da participação das Forças Armadas nas eleições desse domingo (7). De acordo com o órgão, 30 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica foram deslocados para 607 localidades do País, com funções diferentes.

Em 513 locais de 11 estados, as tropas atuaram em ações chamadas de Garantia da Votação e Apuração (GVA), quando o trabalho é manter a normalidade da segurança pública no período. Os representantes das Forças atuaram em 11 cidades do Acre; 72 do Maranhão; 134 do Piauí; 69 do Rio de Janeiro; 27 do Amazonas; 19 do Mato Grosso; 4 do Mato Grosso do Sul; 61 do Pará; 97 do Rio Grande do Norte; 14 do Tocantis e 5 do Ceará.

Os militares também foram enviados para 94 localidades em que foi necessário apoio logístico para transportar 278 urnas. O reforço foi solicitado para 42 locais do Acre; 5 do Amapá; 25 do Amazonas; 2 da Bahia; 4 do Mato Grosso do Sul e 16 de Roraima.

Auxílio federal
Da sexta-feira (5) até o domingo (7), representantes das Forças Armadas, do TSE, da Secretaria Nacional de Segurança Pública e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) se reuniram no Centro de Operações Conjuntas (COC) do Ministério da Defesa para coordenar as operações. De acordo com a pasta, os militares continuarão mobilizados até a quarta (10) e retomam os trabalhos para o segundo turno, marcado para o dia 28.

08/10/2018 Fonte: Governo federal, com Ministério da Defesa