Iniciada a distribuição dos kits da merenda escolar na rede estadual

As famílias dos estudantes matriculados na Rede Estadual de Ensino começaram a receber, desde a última semana, kits com gêneros alimentícios que compõem a merenda escolar das escolas estaduais. No total, 24.130 kits foram entregues. Com uma distribuição que chegou a todas as regiões do RN, a ação coordenada pela Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC) faz parte do conjunto de medidas do Governo do RN para o enfrentamento a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Os kits foram entregues pelas equipes das próprias unidades de ensino, respeitando todas as orientações dos órgãos de Saúde e seguindo normativas fixadas pela Educação do RN, em articulação com o Conselho de Alimentação Escolar (CAE). Neste primeiro momento, os estoques alimentícios disponíveis nos depósitos das escolas foram organizados em kits e distribuídos para as famílias dos alunos com maior vulnerabilidade social. “Cada escola fez seu kit e milhares de kits de alimentos foram entregues aos nossos estudantes. Nos próximos dias estaremos ampliando a entrega da merenda, seja por meio dos kits ou vales, para que essa ação chegue a mais famílias”, explica Getúlio Marques, titular da SEEC.

As escolas operacionalizaram todo o processo de entrega, que passou pela higienização dos itens, formação dos kits, embalagem e protocolos de entrega. “Nesse último, reforçamos os cuidados para evitar aglomerações, como criar escalas da entrega, orientar o uso de álcool em gel e máscaras para as equipes escolares e realizar uma entrega que tivesse o menor contato possível entre as pessoas”, pontua Socorro Queiroz, subcoordenadora de Assistência ao Educando (SUASE), setor responsável pela alimentação escolar no âmbito da SEEC e ligada a Coordenadoria de Desenvolvimento Escolar (CODESE). As entregas foram acompanhadas pelos gestores escolares e pelas Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIREC) e de Alimentação Escolar (DRAE).

AMPLIAÇÃO

Nesta semana, a SEEC deve finalizar negociação com o Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar, responsável pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) que oferece alimentação escolar e ações de educação alimentar e nutricional a estudantes de todas as etapas da educação básica pública. A pasta busca que os recursos destinados à compra da alimentação sejam disponibilizados por meio de contas digitais, sem haver a necessidade de os pais irem às escolas buscarem os kits, mantendo o isolamento social.

“O Governo do RN tem uma mensagem fundamental: fique em casa. Diante a isso, estamos dialogando com o FNDE, e solicitando apoio do Ministério Público Estadual e da Defensoria Pública Estadual, para que os recursos da merenda sejam entregues diretamente às famílias. Essa ideia também é defendida pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED). Seja por meio do Cadastro Único, para as famílias beneficiárias do Bolsa Família, ou por meios digitais, mas vamos encontrar o caminho possível”, destaca Getúlio Marques.

15/04/2020