Cosern é proibida de suspender energia de usuária

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) foi proibida de suspender a energia de uma usuária, moradora da capital, em razão de débito no montante de R$ 316,82. O juiz da 12ª Vara Cível de Natal, Geomar Brito, entendeu julgou procedente alegação da autora que afirmou não ter sido culpada pelo resíduo da conta de energia de faturas vencidas.

TV Santa Rita FM